SEO

Nós otimizamos seu site e desenvolvemos conteúdos estratégicos para você conquistar clientes de forma orgânica

O que é SEO

SEO significa Search Engine Optimization e tem como objetivo otimizar um site para que as ferramentas de busca como o Google coloquem as suas páginas nos primeiros lugares de um resultado de busca para uma palavra-chave específica.  Com as técnicas de SEO você consegue atingir seu público alvo e aumentar de forma quantitativa e qualitativa o número de visitas ao seu site sem investir em anúncios pagos.

Como funciona o SEO

Mecanismos de busca como o Google são algoritmos que levam em consideração diversos fatores para ranquear o resultado de uma busca e mostrar links que sejam relevantes para o usuário.  Podemos dividir esse processo em 3 fases:

  1. Rastreamento – Os robôs do Google rastreiam todas as páginas que conseguem encontrar na Internet.

  2. Indexação – Todo conteúdo encontrado é armazenado em um enorme banco de dados que será acessado toda vez que uma pessoa fizer uma busca.

  3. Ranqueamento – O algoritmo ordena os resultados da busca para mostrar os links mais relevantes no topo da página.

 

Conseguir que o seu domínio apareça nos primeiros resultados de uma busca é resultado direto de um trabalho de SEO.

Como conseguir um bom SEO

Agora que entendemos como o SEO funciona, a pergunta mais natural é “como consigo ter um bom SEO para o seu site?”.  O Google guarda o seu algoritmo a 7 chaves, mas nós conseguimos ter uma boa ideia dos principais fatores que impactam o bom ranqueamento de um site.

Conteúdo de qualidade

Quanto mais relevante forem as páginas do seu site, mais bem ranqueadas elas serão.  É preciso criar conteúdo que faça com que os visitantes queiram passar tempo no site, e quem sabe até compartilhar com outros.  O Google quer entregar o melhor resultado de busca possível, e para isso ele vai priorizar sites que tenham conteúdo bem escrito e com profundidade para cada tópico.

Conteúdo otimizado

Este conteúdo também deve ser otimizado para o algoritmo do Google, baseado em palavras-chave que as pessoas utilizam quando buscam alguma coisa.  Os dois principais fatores para um bom ranqueamento são a utilização de palavras de cauda longa e o estudo da intenção de busca.  Hoje em dia as pessoas buscam cada vez mais com frases longas como “quanto eu devo beber de água por dia para perder peso”.  Seu site deve conter essas frases, conhecidas como palavras de cauda longa.  Seus termos e palavras também devem levar em consideração a intenção de busca do usuário.  Por exemplo, para a palavra-chave “liquidificador” os complementos “comprar” e “como fazer” mostram necessidades bastante distintas do usuário e seus conteúdos devem estar preparados para isto.

Design responsivo

O celular é hoje o meio preferido de acesso a internet.  Não é surpresa então saber que o Google ranqueia primeiro os sites que têm conteúdo adaptado para os celulares.  Entre as melhores prátricas para um bom SEO, destacamos a utilização de um design responsivo – que se adapte a diversos dispositivos, a utilização de fontes maiores para uma fácil leitura e a inclusão de menus que promovam fácil navegabilidade.

 

Protocolo de segurança

Sites com um certificado SSL utilizam a criptografia HTTPS e criam uma conexão segura entre usuário e clientes.  É uma forma adicional para proteger os dados das pessoas.  Como o Google quer ranquear sites confiáveis, ele ranqueia primeiro os sites que utilizam a criptografia HTTPS.  Se seu website começa com HTTP e não com HTTPS, você precisa comprar um certificado SSL.

 

Site acessível

É um pré-requisito para aparecer nos resultados de busca do Google que seu site seja acessível.  Ou seja, os robôs do Google que rastreiam a internet precisam encontrar e navegar na sua URL.  Ou seja, o Google precisa acessar sua URL, navegar pelas páginas e entender o que cada conteúdo está querendo dizer.  Para isso seu site deve ter sido bem codificado, possuir um sitemap com a lista de todas as suas páginas e um arquivo chamado robots.txt para guiar os robozinhos do Google.

 

Velocidade de carregamento das páginas

As pessoas querem encontrar rapidamente aquilo que estão buscando.  Uma boa experiência de usuário requer o rápido carregamento das páginas do seu site – e isso inclui páginas nos aparelhos de celular.  O Google penaliza sites que carregam rapidamente apenas no desktop.  Isso é tão importante que o próprio Google, por meio da ferramenta Google Search Console, tem um relatório que fala especificamente da performance de um site.

 

Nome e data de criação do domínio

Embora este seja um fator que você não possa controlar, ele é bastante relevante para o Google.  De acordo com o site Ahrefs, 60% dos sites que estão ranqueados nas primeiras 10 posições tem ao menos 3 anos de vida.  Além disso, o nome do seu domínio (sua URL) também impacta no SEO.  Quanto mais parecido for o nome do seu domínio com a principal palavra-chave que você deseja ranquear, mais bem ranqueado será o seu site.  É importante dizer que criar um domínio com a palavra-chave exata e depois encher o site de conteúdo ruim não só não vai ajudar no ranqueamento como pode até levar a uma penalização pelo Google.

 

Links externos ou Backlinks

Um dos fatores mais importantes para o SEO são os links para o seu site, ou backlinks.  O Google avalia o número e a qualidade dos links apontando para o seu site para determinar qual sua autoridade e credibilidade.  O racional é bem simples, sites com grande autoridade que fizerem um link para seu conteúdo transferem automaticamente relevância para o seu domínio.  Digamos que você venda produtos financeiros.  Se o Itaú incluir um link para o seu site, o Google vai entender que seu conteúdo é confiável e relevante, melhorando o seu SEO.  Ter uma estratégia para conseguir backlinks é parte crucial de um bom SEO.

 

SEO Técnico ou On-Page SEO

Os elementos que compõe o código do seu website afetam o seu ranqueamento. Usar as palavras-chave corretas em cada página, títulos (h1), e subtítulos (h2), otimizar as descrições das páginas (meta descriptions), usar palavras-chave nos títulos das imagens e utilizar de forma eficiente os links internos no seu site são algumas das boas práticas para garantir um bom on-page SEO.  Essa etapa pode parecer complicada pois requer conhecimento de linguagens de programação.  Mas fique tranquilo pois são boas práticas relativamente simples de serem aplicadas.

 

Experiência do usuário e engajamento

O Google analisa como usuários interagem com resultados de busca para determinar quais páginas devem ter um melhor ranqueamento.   Isso é feito por meio de uma ferramenta de inteligência artificial do Google chamada RankBrain.  Entre os aspectos mais importantes analisados pelo RankBrain estão a taxa de cliques (CTR) – o percentual de pessoas que visita o seu site depois que ele apareceu em um resultado de busca, o tempo que a pessoa passa no seu site e a taxa de rejeição (bounce rate) – o percentual de pessoas que sai do site depois de visualizar apenas uma página.  Ou seja, se uma pessoa visita seu site, não gosta e sai logo em seguida, o Google vai entender que aquele conteúdo não é relevante para aquela busca.  Quanto mais gente repetir este comportamento, mais difícil será de conseguir um bom posicionamento no resultado de busca.  Por outro lado, se a pessoa passar um tempo no site, visitando múltiplas páginas, o Google vai beneficiá-lo com um melhor ranqueamento nas buscas.

 

Presença nas redes sociais

Embora o próprio Google tenha afirmado que compartilhamentos e likes nas redes sociais não afetem o ranqueamento de uma página, a verdade é que o impacto das redes sociais que não pode ser negado.  Compartilhamentos e likes trazem duas consequências positivas: tráfego para seu site e maior chance de aquisição de um backlink para uma página.  Ambas impactam, mesmo que indiretamente, no ranqueamento do seu domínio.

Quer saber mais? Preencha seus dados e retornamos em no máximo 1 dia.

Obrigado pela mensagem!